top of page
  • Gustavo Cintra

Grids: Supremo, Extreme e Master abrem a semana de corridas na Espanha. Entrevista com pilotos:

A segunda etapa da sétima temporada teve início no dia 10/05/2021. O GP da Espanha reservaria muitas surpresas, como a P2 de Renner com pneus amarelos e inúmeras disputas durante toda a prova.



O piloto Vladmir do grid Supremo foi quem mais marcou pontos em relação à etapa anterior, assim como Marcos Silva no Grid Extreme e Cicero na Master. Os três pilotos foram chamados para a entrevista coletiva da F1AV News e falaram sobre seu desempenho:


-G.Cintra: Vocês são os pilotos que mais marcaram pontos em relação a etapa anterior, como se sentem em relação a isso?

-Vladmir: De certa forma com a confiança voltando após uma primeira etapa abaixo do esperado.

-M.Silva: Eu estou me dedicando e me divertindo muito, confesso que estou supresso com os resultados.

-Cicero: Sobre a etapa passada, a pista era muito difícil, mas ainda sim consegui largar bem. Quebrei o bico e fui para o último, tentei me recuperar e ainda marquei um ponto, então esperava um melhor resultado no GP Espanha.


-G.Cintra: Qual foi a maior diferença da 1°etapa para essa?

-Cicero: a desvantagem da pista dos Estados Unidos é que eu não conheço muito e por isso não gosto de correr. A vantagem da pista da Espanha é ser uma pista agradável para mim e muito mais conhecida por mim.

-Vladmir: A diferença principal foi que não quebraram meu bico na largada, na primeira etapa eu tive que trocar o bico por conta de um incidente na largada e por isso não consegui um bom resultado.

-M.Silva: A diferença é que para a segunda etapa treinei um pouco mais. E também fiquei de olho na corrida do grid supremo, ali é onde se vê o potencial de qual será a estratégia.


-G.Cintra: qual foi o momento mais critico da etapa para você?

-M.Silva: Espanha foi bem duro tentar abrir 3 segundos do Bertolino para tenta subir ao pódio, mas não consegui abri. Ele mereceu, andou bem e se manteve sem punição, foi show. Que venha Brasil, vamos para cima que "o padrinho tá ON".

-Vladmir: Momento mais crítico foi a ultrapassagem pra cima do Barros no final, apesar da punição dele é melhor chegar na frente já na pista mesmo, o circuito é muito difícil de ultrapassar, então uma manobra bem feita traz uma boa elevada na confiança para as próximas corridas.

-Cicero: Em relação ao GP da Espanha, me classifiquei em 12° debaixo de chuva. Não fui tão bem no qualy. Logo na largada perdi duas posições, fui me recuperando ao decorrer da corrida. Na primeira parada nos box coloquei pneu duro, Na segunda, coloquei o pneu macio e terminei a corrida em 4°.


Para ver os melhores momentos e as corridas na íntegra siga-nos nas nossas redes sociais:





Texto: Gustavo Cintra

Revisão: Claudio Wannmacher

21 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page